dois. depois que fundiu, fodeu.
Posted: 17.1.11 | Postado por Dois² |

no começo éramos todos delinquentes recém fugidos de um hospital psiquiátrico, depois disso vieram as loucuras, os distúrbios de personalidade e de personagem. ao longo dos tempos as conversas truncadas, as distâncias, as paixões platônicas, os desesperos, o adeus.

o que temos hoje, teremos sempre, apesar de tudo. e o que nós temos? todas as páginas em branco pela frente. sem metas ou cobranças. teremos apenas que escrever aquilo que nos vem à cabeça com a maior satisfação do mundo. manifestos, puros e simples. relâmpagos de ideias e surtos. com rima ou sem rima.

vamos lá?!
dois, um, zero.

0 comentários: